Sistema Fecomercio Sesc Senac IPDC

Audiência Pública na Fecomércio debate aumento na tarifa de energia

Audiência Pública na Fecomércio debate aumento na tarifa de energia

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-Ce) realizou na manhã desta sexta-feira, 29, uma audiência pública para debater o aumento médio de 24,85% na tarifa de energia elétrica do Ceará. O evento foi realizado juntamente com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado dCeará (FAEC), a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e a Associação Cearense de Defesa do Consumidor (Acedecon).

O debate contou com a participação de representantes da Enel Distribuição Ceará e representantes do Legislativo Estadual e Federal. Durante a audiência, os representantes do Sistema S e os parlamentares defenderam a necessidade de um entendimento e, principalmente, de uma sensibilização do Governo do Estado para então negociar a diminuição do percentual de reajuste.

Para essas instituições, o reajuste tarifário concedido pela Enel, após a aprovação da Agência Nacional de Energia Elétrica, gera um impacto enorme tanto para consumidores quanto para o comércio do Ceará, o que traz prejuízos consideráveis para toda a sociedade.

O vice-presidente da Fecomércio Ceará, Cid Alves, explicou que a majoração de quase 25% na tarifa de energia é injusto e certamente terá impacto negativo no comércio, principalmente para os pequenos e médios empreendedores. “Quanto menor o comércio, menor o seu faturamento e,consequentemente, maior é o peso que esse reajuste terá nesses negócios”, ponderou.

Estiveram presentes os diretores da Fecomércio, Everton Fernandes e Cláudia Brilhante; o presidente da Acedecon, Thiago Fujita; o presidente da Faec, Amílcar Silveira; o representante da Fiec, Sérgio Lopes; os deputados federais Domingos Neto (PSD), Danilo Forte (União) e Nelho Bezerra (União); além da deputada estadual Érika Amorim (PSD).

Voltar