Sistema Fecomercio Sesc Senac IPDC

Fecomércio Ceará entrega Guias de Orientação Empresarial

Fecomércio Ceará entrega Guias de Orientação Empresarial

Com o objetivo de oferecer ferramentas que ajudem os empresários a manter e empreender em seus negócios, além de cumprir seu relevante papel de representatividade dos segmentos, a Fecomércio Ceará em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizou a terceira fase do Projeto Fortalecimento Setorial do Comércio. Nesta etapa, seis sindicatos, dos segmentos do comércio de bens, serviços e turismo, receberam os Guias de Orientação Empresarial que serão disponibilizados às empresas de acordo com cada segmento.

De acordo com Rejane Gomes, coordenadora de Projetos e Serviços da Fecomércio-CE, os Guias já foram entregues aos presidentes de sindicatos, e podem ser solicitados gratuitamente por empresas e pessoas interessadas.

O projeto, que começou em 2015, já beneficiou as empresas de 18 setores. Nessa terceira fase, foram contempladas as empresas representadas pelo Sindicato do Comércio Varejista de Cascavel, o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas Fortaleza), o Sindicato do Comércio Varejista de Maquinismo, Ferragens e Tintas de Fortaleza (Sinditintas), o Sindicato dos Corretores de Moda de Fortaleza e Região Metropolitana (Sincom), o Sindicato das Empresas de Informática, Telecomunicação e Automação do Ceará (Seitac) e o Sindicato do Comércio de Peças e Serviços para Veículos Automotores, Ciclomotores e Refrigeração do Estado do Ceará (Sincopece).

Rejane Gomes explica que para a realização do projeto e produção dos Guias, a Fecomércio conta com a parceria do Sebrae. No processo de elaboração, o primeiro passo é uma pesquisa geral do segmento, quando são levantados diversos dados, como estrutura do setor, perfil das empresas; perfil dos empresários e o perfil dos trabalhadores. “São informações importantes que o empresário pode usar a seu favor, para gerar um planejamento estratégico, plano de marketing, aprimorar a gestão financeira e de -recursos humanos”, pontuou a coordenadora.

Além da pesquisa de campo, é realizado um diagnóstico setorial, e até que o Guia fique pronto, são feitas três oficinas com os presidentes e diretores de cada sindicato e representantes das empresas. “Os Guias são feitos de forma construtiva, pois os presidentes e diretores dos sindicatos vivenciam em suas empresas e conhecem de perto a realidade enfrentada pelos empresários dos seus setores, ou seja, sabem de todas as fragilidades e fortalezas”, pondera.

Segundo Ozair Gomes, presidente do Sindicato das Empresas de Informática, Telecomunicação e Automação do Ceará (Seitac), o Guia Empresarial é um meio de informação valioso, pois agrega valor ao empresário que tem a oportunidade de gerir de forma mais lúcida o seu negócio.

O Guia de Orientação Empresarial disponibiliza informações sobre a estrutura do setor, planos de negócios, fontes de recursos; excelência na gestão, passos para a formalização, além dos serviços do Sistema Fecomércio/CE e os ofertados pelos Sindicatos que os representam.

Para o presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, os Guias de Orientação Empresarial têm grande relevância, já que contribuem com o processo de gestão das mais de 150 mil empresas do comércio de bens, serviços e turismo do Estado. “Esta publicação integra um projeto mais amplo de fortalecimento setorial. No Ceará, o Sistema Fecomércio, formado pelo Sesc, Senac e IPDC, vem cumprindo um papel de suma importância tanto econômica, quanto social”, ressaltou.

 

 

 

 

 

Voltar