Sistema Fecomercio Sesc Senac IPDC

Fórum de Saúde no Trabalho reúne importantes nomes da comunidade médica

Fórum de Saúde no Trabalho

Fórum de Saúde no Trabalho reúne importantes nomes da comunidade médica

 

O Sistema Fecomércio abriu, nesta terça-feira (7), o I Fórum de Saúde no Trabalho, que reúne no Senac Reference alguns dos mais renomados especialistas da comunidade médica e científica em palestras e mesa-redonda, com a presença de representantes de instituições privadas, setor público, corpo técnico e sociedade civil. O evento, que segue com programação ao longo desta quarta-feira (8), visa discutir a multidisciplinaridade e o cuidado integral à saúde com foco na prevenção e combate não só da covid-19, mas também de outras possibilidades de crises sanitárias.

No primeiro dia do encontro, foi possível analisar as alterações sociais já estabelecidas com a pandemia recente e de que forma as lições aprendidas podem contribuir efetivamente no planejamento de ações sustentáveis para outras possíveis crises no futuro.

O evento foi aberto pelo vice-presidente da Fecomércio, Luiz Fernando Bittencourt, que, ao citar os desafios atuais, lembrou da história da Federação e reafirmou o otimismo no futuro.

“Quando me perguntam o que será do setor produtivo após a crise sanitária causada pela covid-19 sempre cito a história da Fecomércio. Para estarmos aqui hoje, foi preciso superar as consequências da 2ª Guerra Mundial e contar com bravos empresários que se uniram para fundar aquela que é hoje a federação mais representativa de todo o Ceará. Desde então, assim como neste fórum, a Federação cumpre seu papel de transformar vidas e promover a manutenção da democracia política e econômica, alcançando inúmeras conquistas. Hoje, atuamos em todos os 184 municípios do Estado do Ceará, seja em unidades próprias ou em parcerias com a iniciativa pública e privada, e queremos fazer ainda mais a diferença. Esse trabalho pode ser observado por todo Sistema Fecomércio. Formado pela Federação, Sesc, Senac e IPDC, a instituição conta com 34 sindicatos filiados e uma estrutura organizacional para atender às mais de 150 mil empresas”, destacou Luiz Fernando.

O vice-presidente reforçou ainda que “a crise sanitária evidenciou a necessidade de medidas de proteção, capacitação e ações que foquem a organização dos processos de trabalho, normativas e as intervenções sobre segurança no trabalho, indicando a importância de realizar discussões ampliadas sobre os limites e as possibilidades no enfrentamento às pandemias, bem como sistematizar as experiências que já vêm sendo feitas”.

A programação desta quarta-feira (08) é restrita a convidados, sendo composta por mesas temáticas sobre saúde e suas relações com os setores de turismo, educação e comércio. “O nosso objetivo é repassar à sociedade os conteúdos abordados nas mesas de discussões, formando um guia de como as empresas podem se alinhar com a saúde pública através de ações ousadas e inovadoras para o combate às diversas crises ao longo dos anos”, afirma a consultora especialista do Sesc Ceará, Geórgia Philomeno.

O Sistema Fecomércio Ceará compreende que a saúde é o maior recurso para o desenvolvimento social, econômico e pessoal, oferecendo à população os serviços do Sesc, que tem a missão de cuidar do bem-estar dos trabalhadores, e do Senac, voltado para a qualificação profissional, empregabilidade e suporte às empresas para manutenção de seus negócios.

Voltar