Sistema Fecomercio Sesc Senac IPDC

Webinar promovido pela Fecomércio debate retomada da hotelaria

Webinar promovido pela Fecomércio debate retomada da hotelaria

O evento é aberto ao público e será transmitido pelo Youtube da Federação, a partir das 17 horas

Retomada e recuperação. Essas são as palavras mais usadas, ultimamente, para definir a atual situação dos setores da economia em todo o País. Para o turismo e a hospitalidade, elas nunca fizeram tanto sentido. É compreensível, tendo em vista que foram uma das atividades econômicas mais afetadas pela pandemia do novo Coronavírus, e, no Ceará, foram uma das últimas a serem liberadas para reabertura, conforme o Plano de Retomada Responsável, elaborado pelo Governo do Estado. 

É para falar sobre desafios, panoramas e soluções para o setor, que a Fecomércio Ceará realiza, no próximo dia 03 de setembro, um Webinar com o tema A Retomada da Hotelaria no Ceará. O evento é aberto ao público e será transmitido, a partir das 17 horas, no Youtube da Federação. Na ocasião, também serão apresentadas as ações
do Sistema Fecomércio em apoio à hotelaria para retomada de suas atividades; materiais de apoio elaborados pelo Senac para auxiliar na implantação de protocolos de higiene e segurança sanitária nos meios de hospedagens (E-book e vídeos); além da divulgação da Semana do Turismo promovida pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade, que terá início no próximo dia 23 de setembro.

O evento reunirá o presidente do Sistema Fecomércio Ceará, Maurício Filizola; o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Manoel Linhares; a presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da Fecomércio-CE (Cetur) e Sindieventos, Circe Jane Teles; e o diretor regional do Sesc e Senac, Rodrigo Leite. 

“Será uma oportunidade para todos que formam a cadeia produtiva do setor de turismo e serviços, debater o atual cenário, as perspectivas e sugestões para a recuperação e o crescimento do setor. Esse é o papel da Fecomércio, ajudar, apoiar e garantir espaços de debates que contribuam para o crescimento dos nossos setores”, ponderou Maurício Filizola.

De acordo com Manuel Linhares, a hotelaria movimenta uma enorme cadeia produtiva, e por seu potencial no País, principalmente no Ceará, pode ser uma peça fundamental para melhorar os índices de investimento, emprego e renda nesse momento de crise. Por isso, ele afirma ser fundamental debater com os diversos setores da sociedade os caminhos para a retomada das atividades, principalmente, no turismo. 

Segundo o presidente da ABIH, as expectativas de retomada do setor são para 2023, mas há otimismo com a retomada do turismo interno, especialmente a partir da abertura de equipamentos turísticos, quando se acredita que o Estado seguirá a tendência de receber turistas vindos, primeiramente dos vizinhos, e em seguida de todo o País. 

“O nosso exemplo será de responsabilidade e cautela na reabertura de nossos equipamentos turísticos. Também precisamos ter em mente que o turismo no Ceará está em processo de desenvolvimento e o atual cenário de crise pode contribuir para a aceleração de medidas, como a criação de novas atrações turísticas para Fortaleza e a aprovação e implantação de projetos que tornem o ambiente turístico cada vez mais favorável paro o incremento do turismo no nosso Ceará”, avalia.

De acordo com Manuel Linhares, atualmente, nos hotéis, o conceito de fazer com que os hóspedes se sintam bem recebidos mudou. Ele afirma que as empresas desse segmento sabem que a segurança biológica passou a ser o primeiro item de valorização e, por isso, os padrões de acesso, distanciamento, alimentação e convivência nos hotéis foram renovados. “Cuidar, além do tratar bem, passou a ser a ser um novo conceito da hotelaria nacional”, destaca.

Circe Jane Teles, presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade do Sistema Fecomércio Ceará (CETUR) e do Sindieventos, afirma ser importante aproveitar o momento para rever os negócios e capacitar os atores. Segundo ela, os meios de hospedagem, assim como todo o setor do turismo, terão que seguir protocolos de segurança na conduta e prevenção para a Covid-19. “Esses novos procedimentos vieram para ficar por longo tempo, e creio que muitos deles ficarão e se tornarão hábito nos equipamentos”, pondera.  

Na sua opinião, hoje, os principais desafios para o turismo são a sustentabilidade financeira das empresas, a inovação tecnológica nos serviços e as estratégias de promoção do produto turístico.  

 

Serviço:

 

Webinar A Retomada da Hotelaria no Ceará

 

Data: Quinta-feira, 03 de setembro

Horário: 17 horas

Transmissão: Youtube Fecomércio Ceará

 

Voltar